Fenómeno de crescimento e participação! Agora não podemos parar!

Imagem
Mais de dois Milhões de membros! Um Universo que não pára de crescer e de se diversificar!
Chegados aqui... Temos de ir em frente!
E encontrar formas de corresponder ao interesse e ao entusiasmo desta multidão de rostos.

Por isso, estamos a lançar uma página nova.
Que assume com orgulho o nome de Descobrir Portugal - que fizemos, construímos e consolidámos ao longo destes dois anos no Facebook.
Até conseguirmos ter connosco mais de um MILHÃO de membros, espalhados por todos os cantos da Língua Portuguesa.

Do ala que se faz tarde! conservamos as memórias e os afectos de um blog que, neste curto período, registou mais de 6,5 milhões de visitas. Mas está na altura de iniciar uma nova caminhada fazendo apelo a novos recursos e potencialidades.

• E aí está owww.descobrirportugal.pt.Que quer continuar a contar com o vosso apoio e a vossa divulgação!


Aquilo que parecia uma brincadeira e um passatempo... tornou-se coisa séria. Precisamos agora de apoios e de suportes que garantam continuação, a…

É ou não é? - a pergunta que deu em fado de Amália Rodrigues!

As palavras são de Alberto Janes. A voz... só podia ser de Amália!
Nos tempos que correm... não podia vir mais a propósito aquela pergunta: Afinal... É ou não é?


Foi um dos êxitos da grande diva do fado.
Integrou o EP, lançado em Abril de 1970, constituído inteiramente por criações do letrista e compositor de Reguengos de Monsaraz.
A Rita Yé, Yé, Vai de Roda Agora e Lá na Minha Aldeia foram outras das composições que surgiram naquele disco.




As voltas que a vida dá... Alberto Janes fez a vontade do pai, proprietáro da Farmácia Moderna em Monsaraz, segui-lhes as pisadas e fez-se doutor em artes farmacêuticas na Universidade do Porto.
Mas nunca conseguiu esquecer que a sua grande vocação passava pelas canções. E foi na voz de Amália que os seu sonhos ganharam vida, voz e tempo!

Amália Rodrigues,  É ou não é? aqui num espectáculo em Itália.


É ou não é
Que o trabalho dignifica
É assim que nos explica
O rifão que nunca falha?

É ou não é
Que disto, toda a verdade
Que sabe por dignidade
No mundo, ninguém trabalha!

É ou não é
Que o povo nos diz que não
Que o nariz não é feição
Seja grande ou delicado?

No meio da cara
Tem por força que se ver
Mesmo a quem o não meter
Aonde não é chamado!

Digam lá se assim ou não é?
Ai, não, não é!
Ai, não, não é!
Digam lá se assim ou não é?
Ai, não, não é! Pois é!

É ou não é
Que o velho que à rua saia
Pensa, ao ver a minissaia:
Este mundo está perdido?

Mas se voltasse
Agora a ser rapazote
Acharia que saiote
É muitíssimo comprido?

É ou não é
Bondosa a humanidade
Todos sabem que a bondade
É que faz ganhar o céu?

Mas a verdade
Nua sem salamaleque
Que tive de aprender
É que ai de mim se não for eu!

Digam lá se assim ou não é?
Ai, não, não é!
Ai, não, não é!
Digam lá se assim ou não é?
Ai, não, não é! Pois é!

Digam lá se assim ou não é?
Ai, não, não é!
Ai, não, não é!
Digam lá se assim ou não é?
Ai, não, não é! Pois é!

Muita gente está a ler também:

Madredeus - "O Pastor"

"Carolina": O dueto magistral de Carminho com Chico Buarque

Madredeus - Ao longe o mar