Figuras do Presépio invadem Monsaraz!

Imagem
Presépio gigante de rua, com figuras em tamanho real, regressa sexta-feira a Monsaraz.

Pelas 11 da manhã, nas Portas da Vila, o Grupo Coral da Freguesia de Monsaraz abre a festa com os seus Cantos de Natal.
As Figuras do Presépio tomam conta de Monsaraz. E até aos Reis, a vila medieval é delas!

Delas (de quantos a habitam e gostam!) e dos muitos milhares que vão passar por lá para ver Natal dentro de muralhas com vistas d'Alqueva


Espraia-se pelas ruas da vila até ao Largo do Castelo. Aí ficará o conjunto principal: A Virgem, São José e o Menino Jesus.
As outras figuras (ao todo são 48) distribuem-se pelas ruas da vila.

Em tamanho natural, estruturas de ferro e rede, cobertas por panos de cor crua, pintadas em tons pastel, rosa velho e lilases.
Caras e mãos feitas em cerâmica.

Por lá vão estar os Reis Magos, o pastor, os guardas do castelo, o oleiro, o almocreve, a lavadeira e a fiadeira. E muito mais!
Tudo impermeabilizado e tratado para aguentar a chuva.
À noite, todas as figura…

Ana Moura - "Dia de Folga"

O que será que se esconde por detrás de uma canção que se transformou num dos mais estrondosos êxitos de  Ana Moura? Como explicar tamanho sucesso deste fado?

Música e letra são de Jorge Cruz, dos Diabo na Cruz. Ângelo Freire (guitarra portuguesa) e Pedro Soares (viola de fado) acompanharam a fadista.

Um trabalho produzido pelo canadiano Larry Klein, com quem Ana Moura já tinha contado no anterior álbum, Desfado.

Dia de Folga integra o CD editado em finais de Novembro do ano passado e que contou com a participação de vários nomes sonantes da execução musical internacional.
Acabaria por se chamar simplesmente... Moura. Foi objecto de lançamento internacional em Paris no princípio de Fevereiro, 15 dias antes seu concerto no Olympia, a carismática Sala de Espectáculos da capital francesa. Que encheu e esteve ao rubro para receber Ana Moura.

• Vídeo com direcção de Joana Areal e Duarte Domingos. Edição: Sérgio Pedro.



Manhã na minha ruela, sol pela janela
O Sr. jeitoso dá tréguas ao berbequim

O galo descansa, ri-se a criança
Hoje não há birras, a tudo diz que sim

O casal em guerra do segundo andar
Fez as pazes, está lá fora a namorar

Cada dia é um bico d’obra
Uma carga de trabalhos, faz-nos falta renovar
Baterias, há razões de sobra
Para celebrarmos hoje com um fado que se empolga
É dia de folga!

Sem pressa de ar invencível, saia, saltos, rímel
Vou descer à rua, pode o trânsito parar

O guarda desfruta, a fiscal não multa
Passo e o turista, faz por não atrapalhar

Dona Laura hoje vai ler o jornal
Na cozinha está o esposo de avental

Cada dia é um bico d’obra
Uma carga de trabalhos, faz-nos falta renovar
Baterias, há razões de sobra
Para celebrarmos hoje com um fado que se empolga
É dia de folga!

Folga de ser-se quem se é
E de fazer tudo porque tem que ser
Folga para ao menos uma vez
A vida ser como nos apetecer

Cada dia é um bico d’obra
Uma carga de trabalhos, faz-nos falta renovar
Baterias, há razões de sobra
Para a tristeza ir de folga e o fado celebrar

Cada dia é um bico d’obra
Uma carga de trabalhos, faz-nos falta renovar
Baterias, há razões de sobra
Para celebrarmos hoje com um fado que se empolga
É dia de folga

Este é o fado que se empolga
No dia de folga!
No dia de folga!

  • Não Perca:
Como uma nuvem no Céu
A Case of You
http://absolutoportugal.blogspot.pt/2015/12/ana-moura-como-uma-nuvem-no-ceu.html
https://absolutoportugal.blogspot.pt/2016/11/ana-moura-case-of-you.html

Muita gente está a ler também:

Figuras do Presépio invadem Monsaraz!

Madredeus - "O Pastor"

"Carolina": O dueto magistral de Carminho com Chico Buarque