Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2016

Num triângulo de Ilhas, uma lenda de Açores. De rosto humano!

Imagem
Dou comigo a recordar aquele mestre do Terra Alta que - numa travessia das Velas para São Roque, já lá vão mais de 25 anos - me contava do Sr. Quaresma, de braço no ar, em cima do velho cais da Madalena.
Em dias de temporal, contando as ondas... para marcar o momento seguro de entrada do barco.

Clique para se deslumbrar! ►

Naquele triângulo de ilhas, o barco era tudo: Viu nascer as crianças (mais impacientes!) que não aguardaram até ao hospital da ilha em frente... foi viatura de funeral ou ambulância.
Muitas histórias de amor se teceram à distância, vertidas nas cartas confiadas a João Quaresma para que as encaminhasse para os amores ausentes.
Ou os açafates da comida e as encomendas que os pais mandavam para os miúdos da Ilha Montanha que tinham ido estudar para a Horta. Do lado de lá. o Gilberto das Lanchas, com a sua carrocinha, havia de tratar das entregas em mão.

Não havia lancha que arriscasse demandar o porto da Madalena sem ordem de João Quaresma. Todos os dias em cima do cai…

Lobi brasileiro numa Página sobre Portugal???

Imagem
Estamos a ficar desconfiados... Será que existe mesmo um lobi brasileiro no Descobrir PORTUGAL?
Basta que apareça uma imagem de alguém da outra margem do Atlântico e começam a chover gostos. Também não é para menos... 38% dos membros da página (quase 400 MIL) são do Brasil!

Desta vez, a sorte coube a uma fotografia do Mosteiro dos Jerónimos assinada pela Rachel Fagundes.Mas muitas outras, também de brasileiros, têm vindo a ser premiadas com uma chuva de gostos.
Terá de ser dito que aquela gente da outra margem do mar tem andado muito activa nessas coisas de clicar e postar. E também não poupam nos comentários ou nas sugestões...!

Mas lá que parecem um grupo de pressão... não ficam dúvidas. E nós, até gostamos! Principalmente por os ver interessados, intervenientes e comunicativos. Que pressionem mais!

Deslumbra-nos, sobretudo, algumas coisas bonitas que eles  têm vindo a escrever nas nossas páginas. Para todos, o nosso obrigado!

Mas, regressemos à fotografia que motivou esta linhas:
• …

Oito meses de vida: Com o vosso apoio e carinho, a maré não pára de crescer!

Imagem
740 Mil visitantes nos primeiros oito meses de existência - uma média de mais de 3 Mil diários!
No ultimo mês foram mais de 10 mil visitantes por dia!

No início, o ala que se faz tarde! era apenas uma ferramenta de apoio ao Descobrir PORTUGAL.
Mas, de imediato, ganhou vida própria e afirmou-se como um caso sério de popularidade.



Foi apresentado como Vício de passear paisagens, vontades, gostos, músicas, angústias, afectos, projectos, saudades... e tudo o mais de que se fazem as vidas das gentes e do povo que somos!
E foi recebido de uma forma que, para outros, dificilmente seria de prever. Mas nós sabemos perfeitamente que temos connosco rostos que há bastante anos nos acompanham, se envolvem e participam activamente nestas aventuras colectivas na área da net e do online.
Temos de agradecer (a todos) o apoio e a divulgação que nos estão a fazer. Os resultados excederam largamente todas as nossas expectativa!!!

Pena é que alguns não percebam(?!) razões, motivações e importância do noss…

Pastéis de Vouzela... Uma perdição!

Imagem
Conhece os Pastéis de Vouzela?
Em forma de charuto, recheado com doce de ovos enrolado numa massa extremamente fina - mais fina do que folhas de papel de seda.
Uma perdição!

Se não oferece dúvidas que estamos perante uma velha receita conventual, no entanto, uma nuvem de lenda paira sobre as suas origens.

Para alguns, estariam ligadas ao Convento de Nossa Senhora do Carmo, em Tentúgal. Outros juram a pés juntos que a receita terá vindo - pela mão de duas religiosas - do Convento de Santa Clara, no Porto, há mais de duzentos anos.

Como os verdadeiros Pastéis não têm conservantes, não se deixe cair na esparrela de comprar aquelas coisas que, com esse nome, se vendem em algumas Áreas da Serviço das nossas estradas...

Vai mesmo ter de ir a Vouzela!
Os Pastéis são um motivo de Peregrinação até aquelas terras da Região de Lafões, distrito de Viseu. Nas margens do Zela, um afluente do Vouga.

Entre lendas e segredos, espreite AQUI a receita possível daquela doce perdição.

* * * * * * * *
Tantas…

E a quantidade de Páginas e Grupos do Facebook a piratear o "Descobrir PORTUGAL"?

Imagem
Será apenas falta de imaginação? Inércia intelectual? Aproveitamento oportunista do trabalho dos outros?

O que levará à Pirataria do roubo dos nomes?

Descobrir PORTUGAL é um título que usamos há mais de 7 anos.
Está devidamente registado como Marca Europeia.
(Cf. http://bit.ly/21aAbM3?

Seria um absurdo, em relação a uma página que tem uma visibilidade assente numa activa presença diária - com mais de um milhão de membros e centenas de milhar de posts publicados e difundidos na rede - alguém ter a veleidade de invocar desconhecimento como desculpa ou alibi.

Só que... há quem não se fique por aqui! E ande a fazer contactos em nome da página para negócios que desconhecemos em absoluto.
E quem, além de piratear o nome, vá abusivamente utilizando as nossas imagens gráficas!

A situação já foi formalmente denunciada e participada às entidades competentes. Estão a ser assumidas as iniciativas necessárias à defesa dos nossos direitos de Propriedade Intelectual. Mas a denúncia pública e o alerta …

Lisboa: Uma das 10 cidades do Mundo preferidas para congressos intenacionais

Imagem
A capital portuguesa ascendeu ao 9º lugar do ranking mundial das cidades mais solicitadas para acolher congressos internacionais.
Com 145 reuniões associativas realizadas em 2015, Lisboa subiu 3 lugares e passou a integrar o Top 10 das cidades receptoras, ultrapassando Copenhaga, Praga, Amesterdão e Bruxelas.  Em 2014, Lisboa tinha recebido 109 congressos.

Os números são da responsabilidade da ICCA – International Congress & Convention Association.
Em relação a estes dados, a Associação Turismo de Lisboa (ATL), considera que a cidade se encontra naturalmente na mira e ambição de muitas organizações pela clara oferta de condições particularmente vantajosas para este segmento, nomeadamente a óptima relação qualidade/preço da hotelaria, a excelência das acessibilidades, as boas ligações aéreas a qualquer parte do mundo e a privilegiada localização do aeroporto na cidade, com acesso directo ao Metro.

Na perspectiva daquela organização, os resultados alcançados são reflexo do esforço p…

Que porcarias andará a comer o Alentejo?

Imagem
O Alentejo foi sempre exemplo de região onde a população soube encontrar, ao longo de séculos, respostas originais e adequadas para as suas necessidades de subsistência.

Àqueles que, sem saber do que falavam, diziam que a cozinha alentejana era pobre e quase só à base do pão, respondiam os mais atentos que se tratava de uma cozinha de imaginação, perfeitamente adequada aos ecossistemas e aproveitando tudo o que, de comestível, os alentejanos conseguiam ter acesso.

A criatividade das mulheres para fazer frente às necessidades de alimento das famílias deu origem às mais interessantes combinações da gastronomia portuguesa.

Em tempos de fome, deitavam mão a tudo tivesse sabor e valor alimentar.
As ervas eram fundamentais para tornar agradáveis e apetecíveis coisas que pareceriam incomestíveis. E acabavam por assumir o papel principal em alguma refeições.
Quem nunca comeu uma açorda de cardos, de beldroegas ou de urtigas não sabe o que tem andado a perder.

Exagero de carne ou de gorduras …

Tudo o que sabe bem, faz mal, engorda ou é pecado... Pequemos irmãos, pequemos!

Imagem
O Douro molha-lhe os pés em Aregos, uma das suas povoações mais antigas que se derrama pelas margens.
Nestas coisas dos paladares e dos sabores inconfundíveis, as cerejas de Resende que a Primavera traz em finais de Maio. E, claro... as Cavacas!

Das origens deste doce pouco se sabe. Há quem o ligue aos primores conventuais do norte de Portugal, mas as referência são escassas e de pouca fiabilidade...
E, já se sabe, quando falha a história ganha força a lenda. Porque o imaginário colectivo de raiz popular encontra explicação para tudo!
Com todas as ressalvas... contamos-lha como nos chegou:

Na Idade Média, uma senhora que residia em Vinhós preparava a boda de casamento da sua filha e confeccionou o bolo de noiva. Mas o casamento teve de ser adiado devido a uma peste assolou o concelho. 
As disponibilidades económicas eram poucas e a senhora viu-se obrigada a conservar o bolo até à data do casamento. Lembrou-se de lhe retirar a parte de cima e molhar o resto numa numa calda de açúcar.
Um ac…

Dos melhores, entre os melhores... 2 são portugueses!

Imagem
O Melhor restaurante e o Melhor Spa do mundo são portugueses. Belcanto e Vidago Palace Hotel foram os distinguidos.
A escolha surge assinada pela Revista Condé Nast Traveler, uma das principais e mais conceituadas publicações de viagens, numa eleição que contou com a votação de muitos milhares de leitores que escolheram os vencedores nas diversas categoria a concurso.
A cerimónia de atribuição dos prémios decorreu ontem, no Centro Cultural Conde Duque, na capital espanhola.

Um está em Lisboa:
o Belcanto!

Conseguiu concretizar o sonho de qualquer restaurante e obter 2 estrelas Michellin.
Tem ao leme José Avillez, um dos mais renomados cozinheiros portugueses, que tem vindo a acumular prémios e distinções nacionais e internacionais.

Conjuga cozinha de autor, um grande respeito pelos sabores mediterrânicos e uma elevada qualidade de serviço.

O outro, é o Termal Spa do Vidago Palace Hotel.

Abriu portas em 1910. Encerrado em 2006, reabriu no ano em que completava o Centenário, depois de…

"Chegarei amor na volta da maré" - Sete mares - Sétima Legião

Imagem
Esta é bem especial:

► Um excerto do Concerto dos 30 Anos dos Sétima Legião.

Com uma das suas músicas mais marcantes.
Essa mesmo... Sete Mares!

A canção que integrou o álbum Mar D'Outubro, lançado em 1987.
 Saboreiem este vídeo da Terra Líquida Filmes:

Tem mil anos uma história
de viver
Há mil anos de memória a contar
ai, cidade á beira-mar
azul

Se os mares são só sete
há mais terra do que mar ...
Voltarei amor com a força da maré
ai, cidade à beira-mar
ao Sul

Hoje
Num vento do Norte
Fogo de outra sorte
Sigo para o Sul
Sete mares

Foram tantas as tormentas
que tivemos de enfrentar...
Chegarei amor na volta da maré
ai, troquei-te por um mar
azul
Hoje
Num vento do Norte
fogo de outra sorte
Sigo para o Sul
Azul

"Saudade é tudo o que fica, depois de tudo morrer"

Imagem
Estranha palavra esta... saudade! Tantos matizes e sentidos.
Parece ganhar ainda significado especial para quem vive numa ilha. Ou para quem... da ilha parte para o outro lado do mar.
Que pode ser aqui no continente ou nas Américas.


Esta Saudade é canção que já vimos bailada em diversas ilhas do Açores. Uma das mais comoventes e significativas terá sido na Ilha do Corvo, quando lá estive com o Passeio de Jornalistas - que nessa altura eu organizava.
E daquela noite corvina muitas recordações terão ficado à vintena de profissionais da comunicação social que comigo navegaram na Lancha do Mestre Augusto da ilha da Flores até aquela que é a ilha mais pequena do arquipélago dos Açores.

Mas estes cantadores de São Jorge também eu conheço bem. Das minhas andanças peregrinas - quando a rádio ainda se fazia "directa e sem rede de qualquer terra de língua portuguesa".
Outros tempos...!


• Gravação: Beira, S. Jorge, Açores - 24/04/2011• Realização: Tiago Pereira • Som: Sara Morais • Downl…

Se "qualquer burro come palha"... fiquêmo-nos pelo Pudim do Abade de Priscos.

Imagem
Quantos, dos que já se deliciaram com o Pudim, saberão que o clérigo gastrónomo afinal nasceu em Santa Maria de Turiz, terras de Vila Verde? E que Manuel Joaquim Machado Rebelo era o seu nome?

De Priscos, em Braga, foi pároco durante 47 anos. Pouco se conhece da sua actividade eclesiástica mas ninguém terá dúvidas de que terá sido um dos grandes gastrónomos e cozinheiros portugueses.

Embora, tirando o Pudim que leva o seu nome, quase não tenham ficado nenhumas das receitas que era convidado a confeccionar nos banquetes para que solicitavam a sua intervenção. Porque nada deixou escrito. E segredos de ingredientes e sabores levou-os a todos consigo: Guardava-os na sua cabeça e na arte das suas mãos!

Chegava com a maleta de iguarias e ervas que colhia nas serras. No momento de temperar, expulsava toda a gente da cozinha e, a sós, celebrava os milagres que seriam aclamados à mesa, depois da fruição dos pratos.

Sempre considerou que não valia a pena escrever ou ensinar as receitas. Porque …

A confusão que a casinha está a armar...!

Imagem
A confusão que fomos armar no Descobrir PORTUGAL com uma imagem e... 3 perguntas:

• Alguém é capaz de explicar? • Como foi possível? • Quem autorizou? •
Nada mais era dito. Apenas a indicação do lugar - Ínsua - feita por Carlos Gonçalves, autor da fotografia.
Não imaginamos onde algumas pessoas foram buscar aquelas coisas todas que lançaram para a discussão: Uns desataram a dizer que só podia ser obra de emigrante, outros vieram afirmar que estava defronte da igreja e era a casa do Padre, houve até quem tivesse resolvido a questão de forma mais simples e definitiva: era tudo uma aldrabice e a fotografia não passaria de uma montagem. Foi o bom e o bonito...!!!
Até nós acabámos confusos com tanta e tão contraditória informação: havia quem nem soubesse que esta esta Ínsua fica em Penalva do Castelo - nós conhecemos outra em Oliveira do Hospital - mas apresentasse certezas e convicções na procura dos culpados...
A imagem está aí de novo: para pedir ajuda e buscar esclarecimento.

Quem souber…

Um mar de gente! Não pára de crescer!

Imagem
Dois milhões de rostos, de todas as margens de terra onde se sonha, ama, sofre, vive em Português. Um Universo que não pára de alargar, uma Roda de Amigos que não pára de crescer! Sem que se torne necessário (ou útil!)  comprar membros ou... maquilhar números. Basta este "boca a boca" onde, quem já conhece, traz e acolhe quem chega.
Correspondendo aos diversos desafios que nos foram sendo lançados, aoferta foi-se diversificando... No Facebook, três são as páginas principais.

Descobrir Portugal

Só o Descobrir Portugal representa mais de um Milhão de membros. Na sua maioria, de Portugal e do Brasil. Mas todos os países da Lusofonia e da Diáspora Lusófona estão representados. É o grande motor de todo esta rica história de intervenção e participação.
No Café Portugal... é mesmo o Brasil em maioria!
Café Portugal


Saborear

Todos sabemos que o mecanismo das Páginas do Facebook é rígido e não permite que os seus membros possam incluir directamente conteúdos. Para tornear essa limitação…