Mensagens

A mostrar mensagens de 2015

Num triângulo de Ilhas, uma lenda de Açores. De rosto humano!

Imagem
Dou comigo a recordar aquele mestre do Terra Alta que - numa travessia das Velas para São Roque, já lá vão mais de 25 anos - me contava do Sr. Quaresma, de braço no ar, em cima do velho cais da Madalena.
Em dias de temporal, contando as ondas... para marcar o momento seguro de entrada do barco.

Clique para se deslumbrar! ►

Naquele triângulo de ilhas, o barco era tudo: Viu nascer as crianças (mais impacientes!) que não aguardaram até ao hospital da ilha em frente... foi viatura de funeral ou ambulância.
Muitas histórias de amor se teceram à distância, vertidas nas cartas confiadas a João Quaresma para que as encaminhasse para os amores ausentes.
Ou os açafates da comida e as encomendas que os pais mandavam para os miúdos da Ilha Montanha que tinham ido estudar para a Horta. Do lado de lá. o Gilberto das Lanchas, com a sua carrocinha, havia de tratar das entregas em mão.

Não havia lancha que arriscasse demandar o porto da Madalena sem ordem de João Quaresma. Todos os dias em cima do cai…

Que 2016 traga a "ceifa de alegria" de que fala esta moda de alentejo!

Enterrar más lembranças, saudar 2016 que aí vem, ainda menino. E os pensamentos vão para os mais novos...Já por aqui...
Publicado por Descobrir PORTUGAL em Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2015

E uma história para crianças? «A Maior Flor do Mundo», de José Saramago!

Enterrar más lembranças, saudar 2016 que aí vem, ainda menino. E os pensamentos vão para os mais novos...• Já por aqui...
Publicado por Descobrir PORTUGAL em Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2015

Enterrar más lembranças e desenhar Ano Feliz

Vamos a enterrar as más lembranças deste ano!Vamos a acreditar em nós, no que vai chegar! E desenhá-lo melhor e mais...
Publicado por Descobrir PORTUGAL em Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2015

Passeios ao Luar na noite de Consoada? Estranho e suspeito...

Imagem
Aqui está bom exemplo de fotografia sem mérito nenhum do fotógrafo: a igreja já lá estava há um ror de anos - limitou-se a aproveitar a coincidência entre a passagem pelo local e a Lua Cheia em noite de Natal.

Na verdade, o que andaria ele por ali a rondar? Em vez de estar com a família nas rabanadas e nas filhoses, ao frio a passear ao luar? Muito estranho. Para não dizermos... muito suspeito.

Para se justificar vem com a história de que há 38 anos não havia Lua Cheia no Natal. E de que só voltará a haver em 2034. Tretas e histórias de Almanaque!

Nem a lua acreditou na desculpa esfarrapada. E, envergonhada, correu a esconder-se atrás da torre sineira.

Com tanta coisa bonita para fotografar em Coja. Sem ser preciso sequer sair da beira do Alva...

O indivíduo fica referenciado para actuações futuras. Que, adivinha-se, não tardarão muito...
É um tal... Rui Lopes Silva.





• Para ampliar, contemplar
e ficar de água na boca,
clique na imagem.

► Muitos milhares de fotografias, dos membros do D…

Cozinha algarvia: xarém com sardinhas. Não perca a receita!

XARÉM (papas de milho) COM SARDINHAS (Algarve)► Ingredientes:Para 4 pessoas: 250 g de sardinhas pequenas • 125 g de...
Publicado por Saborear em Quarta-feira, 30 de Dezembro de 2015

O Submarino Irrevogável

O Submarino Irrevogável vai emergir ligado a que negócios?
Com a prática do Caso Universidade Moderna e o tirocínio da diplomacia económica... é só escolher e COBRAR!

Nos Estados Unidos, teríamos um período de nojo. E não poderia passar do Governo para a Privada. Mas isso são manias deles. :) Aqui não é preciso nada disso.
Promiscuidade? À vontade!



Não perca este Submarino Irrevogável de Rogério Charraz & Sens. Das mais conseguidas e divertidas canções, dos últimos anos, sobre o folclore político e um dos seus actores de proa.

► Do álbum Espelho, editado em 2014. Letra e Música - Rogério Charraz (texto Sensi escrito pelo próprio).
• Pensamentos, notícias e espectáculos: www.rogeriocharraz.com | www.facebook.com/RogerioCharrazOficial
• Canal no Youtube: http://bit.ly/1hf1keP •

Lúbricos, os dedos percorrem o corpo...

Beijos de sol neste dorso de Inverno... E os raios são dedos, lúbricos e suaves, que percorrem corpo e aquecem alma.Fechar os olhos... apenas sentir o afago.Até à entrega. num leito de água.
Publicado por Rui Dias José em Terça-feira, 29 de Dezembro de 2015

Documentário sobre a Serra de Montemuro abre Festival em Bérgamo

Filme português escolhido para abrir o OFF - OROBIE FILM FESTIVAL - Festival Internazionale del documentário di montagna e del film a soggetto que terá lugar de 18 a 23 de Janeiro na cidade italiana de Bérgamo. Uma edição que marca os 10 anos de existência daquele Festival Internacional.

A obra seleccionada é um documentário sobre a Serra do Montemuro feito no âmbito do Centro de Interpretação e Informação do Montemuro e Paiva.
A realização é de Sérgio Pereira. para um projecto do consórcio Eon e Glorybox.

Não perca este Serra de Montemuro:



Não gostam de chuva? Que faríamos nós sem ela?

Olá, como vão? Tudo bem convosco?Passado o Natal... À espera do Ano Novo... Saudando a chegada da chuva!O quê? Não...
Publicado por Descobrir PORTUGAL em Segunda-feira, 28 de Dezembro de 2015

Madredeus - "O Pastor"

Imagem
Com letra de Pedro Ayres Magalhães e música dos Madredeus, O Pastor é um dos dos temas mais conhecidos do 2º disco do grupo: Existir, editado em 1990.

As sonoridades da música tradicional misturavam-se com a música clássica. O resultado final teve efeitos quase imediatos nos quatro cantos do mundo e os Madredeus afirmaram-se como a banda portuguesa de êxito mundial.


• Pedro Ayres Magalhães (guitarra clássica) • Rodrigo Leão (teclados) • Francisco Ribeiro(violoncelo) falecido em Setembro de 2010 • Gabriel Gomes (acordeão) • Teresa Salgueiro (voz) •


Ai que ninguém volta
ao que já deixou
ninguém larga a grande roda
ninguém sabe onde é que andou

Ai que ninguém lembra
nem o que sonhou
(e)aquele menino canta
a cantiga do pastor

Ao largo
ainda arde
a barca
da fantasia
e o meu sonho acaba tarde
deixa a alma de vigia

Ao largo
ainda arde
a barca
da fantasia
e o meu sonho acaba tarde
acordar é que eu não queria

Dos Madredeus, assista também:

Haja o que Houver Oxalá Ao longe o mar

Por que carga de água???

Imagem
Com tanto Portugal de beleza espectacular, por que carga de água... basta partilhar uma imagem do Porto ou de Lisboa para vir uma enxurrada de gostos?
Os membros do Descobrir PORTUGAL são de ideias fixas e não enxergam mais nada?

Desta vez foi Douro e cidade tripeira a funcionarem como alvo. Vá-se lá perceber porquê...
Um rio, uns barcos, umas casinhas na margem... é o suficiente para tantas partilhas?

Resta-nos aceitar o veredicto e dizer que a fotografia é de Letícia Lugin.

Estes brasileiros estão em todo o lado...!




• Para ampliar,
contemplar a fotografia original e ficar de água na boca... Clique na imagem!




► Muitos milhares de fotografias,dos membrosdo Descobrir PORTUGAL.
À sua espera!

    • Visite!


    • Descubra!


    • Deslumbre-se!


    • Partilhe!

Saborosas tentações: Para quê resistir? É tempo perdido...

Imagem

Isabel Silvestre e Vozes de Manhouce - "Ao meu menino Jesus"

Imagem
Que dizer de um conjunto de vozes como estas entoando um Canto Ao Menino?

Mesmo sem convicções religiosas,  ninguém consegue ficar indiferente a estas sonoridades, a estas formas de cantar.

De arrepiar...!
• Gravado em Manhouce, S. Pedro do Sul, Viseu, a 19 de Dezembro de 2014


Aqui são são as Vozes de Manhouce com Isabel Silvestre.
Mas, de norte a Sul do país, a riqueza da nossa música tradicional está recheado de exemplos destes.
Mesmo em zonas
pouco dadas
aos cantos religiosos...
Como no Alentejo:

Um abraço em Português!

Ainda mais apertado este abraço a todos que - mundo todo - são, vivem e sonham em Português.Com um presente de Natal...
Publicado por Descobrir PORTUGAL em Quinta-feira, 24 de Dezembro de 2015

Pouco dado aos cantos religiosos, pródigo em cantares ao Menino!

Imagem
Quer se goste ou não... ferveroso, indiferente ou contrário... o Natal anda por aí à solta!
Tropeçamos com ele nas ruas, nos espaços comerciais, na fobia das compras, nos reencontros e nas ausências.

Por mim, que me considero agnóstico mas de formação religiosa (acolitei muitas Missas do Galo), as suas músicas fazem parte do meu imaginário de infância.

Poderá a alguns parecer estranho que, nesta eminência de celebração natalícia, chame em meu socorro belíssimas vozes do Alentejo. Mas não esqueçam que foi o próprio Michel Giacometti quem escreveu:
"(...) o Baixo Alentejo, pouco dado aos cantos religiosos, é talvez das regiões mais pródigas do país em cantares alusivos ao nascimento do Menino (...) nascido em tão pobres agasalhos que até parece impossível (...)".Vozes de Vila Verde de Ficalho Recolhidos em Vila Verde de Ficalho, estes sons e estas imagens integram a série documental O Povo que Canta, da autoria de Michel Giacometti, realizada por Alfredo Tropa para a RTP, entre …

Um solstício animado!

Imagem
O Google resolveu animar o solstício. Em formato Gif.
E o resultado é este: 
O de Inverno, com neve, para o hemisfério Norte.
O de Verão, com gelados, para o hemisfério Sul.
Entre escapadinhas de Natal e Ano Novo e férias sério com praia e muito calor... seria bom se pudéssemos escolher.

Um dos mais bonitos "Cantos ao Menino"

► Bom dia, bem-vindos ao Inverno!Por cá, a manhã vestiu-se a preceito. Só falta a chuva, este ano bem escassa!Aí no...
Publicado por Descobrir PORTUGAL em Terça-feira, 22 de Dezembro de 2015

Até aqui? Está tudo do avesso!

Imagem
Já não há pachorra para tanto motivo natalício. Ou, como dizem alguns no Brasil, natalino. Por Lisboa, então, é uma praga! Qualquer largo ou praça dá para ensopar de Natal.

Até aqui - benza-nos Deus - que é a do Município. E que estávamos mais habituados a ver cheia em Dia de 5 de Outubro.
Mas isso foi antes de lhe terem revolvido as entranha para lá pôr  um subterrâneo parque de estacionamento e antes de o actual inquilino do Palácio de Belém se ter tornado monárquico - pelo menos agora já não vai ao 5 de Outubro. O que parece estranho... porque se não tivesse sido implantada a República... ele não podia ser presidente da dita! Originalidades.

Mas voltemos à praça. De quem terá sido a ideia do mercadinho de Natal? Quer-me parecer que o senhor Presidente da Câmara queria poupar tempo na procura dos presentes da quadra e arranjou forma de poder escolher directamente da varanda.
Um atentado!

Carlos M Ribeiro Gonçalves fez muito bem em denunciar a situação. Agradecemos a fotografia que f…

Está provado: O Pai Natal existe!

Este ano o Natal chegou mais cedo!
Gostaram da prenda?


Para quando as movimentações contra a o uso de dinheiro dos contribuintes para garantir depósitos bancários?• Também se pode pensar numa Subscrição Pública para as fianças do Ricardo Espírito Santo...
Publicado por Rui Dias José em Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2015

O Gosto de Cantar e de Bailar no Rochão (Camacha - Madeira)

Vai um pezinho de dança com o Grupo de Folclore do Rochão?

• Habitam a parte alta da Camacha, no interior da Ilha da Madeira.
Dizem eles que foi "o gosto de cantar e de bailar" que determinou a criação do Grupo.


Natal Digital

O Natal já não é o que era... Até os burros de 4 patas estão em extinção! :)Publicado por Descobrir PORTUGAL em Domingo, 20 de Dezembro de 2015

Lanchas rápidas ao assalto da Foz do Douro

Imagem
E o frenesim que vai pelo Porto?

A Ribeira é um afã. Pelas ruas o movimento acelerado não estanca. Em Santa Catarina esvoaça-se ao ritmo de um enxame de abelhas. Até o Palácio da Bolsa foi invadido por um bulício frenético enquanto o Douro é navegado por lanchas rápidas...

O que foi feito do Porto de Eugénio de Andrade ou de Carlos Tê?

Calma, é apenas um timelapse! Quatro minutos alucinantes, de correr o Porto todo, até perder o fôlego!
As coisas que o Paulo Ferreira inventa para nos prender às suas formas de reduzir o tempo e de contar os lugares. Confesso que fiquei extenuado e com ganas de regressar ao Porto em ritmo de passeio e fruição.

Um exercício de técnica mas também de paixão. Surpreendente e inusitado numa transpiração de cores, formas e ambiências. E, afinal, o Porto está lá! Todo!

• Descubra você:

Gostou?
Então espreite outros timelapses do Paulo Ferreira
que temos vindo a divulgar no Descobrir PORTUGAL e no Café PORTUGAL:

Anima Luminaria Porto / Oporto Um dia em Marvão
Port…

Muito distraídos andamos nós...!

Às vezes, quem de fora vem parece estar mais atento aos pormenores que (na banalização e na pressa do dia a dia) quase...Publicado por Descobrir PORTUGAL em Domingo, 20 de Dezembro de 2015

FAÇA Boas Festas!

Qualquer que seja o significado que dê ao Natal...► FAÇA Boas festas! ► INVENTE o seu Ano Feliz!Quer o tenha como...Publicado por Descobrir PORTUGAL em Sábado, 19 de Dezembro de 2015

Quem é que correu com os fotógrafos?

Imagem
É um dos objectos mais fotografados de Lisboa. Basta percorrer os milhares de imagens que os membros do Descobrir Portugal inserem na página para perceber de que estamos a falar.

Porque, o Elevador de Santa Justa - é mesmo dele falamos -  foi-se desviando da sua missão inicial utilitária de ligar a Baixa ao topo da colina do Carmo e foi sendo apossado pelos turistas que não dispensam a subida e as fotografias lá do alto.

Com o Castelo de São Jorge em frente, Rossio e Avenida da Liberdade à esquerda, ainda sobra a visão do Tejo do outro lado.  Percebe-se o afã de objectivas e cliques...!

Não poderá dizer, assim, que a fotografia do Joaquim Luís Silva seja muito original...
E sobra ainda uma interrogação: qual foi o truque que ele usou para correr com o enxame de gente que costuma andar por ali às fotografias?

Já agora, podia ter usado a mesma táctica com o senhor da camisola às listas...
Ou era o elemento que faltava para enquadrar o boneco?



• Para ampliar,
contemplar a fotografia origina…

Em maré de Festas... um doce do Alentejo

BOLO CONDE DE ALCÁÇOVAS (Viana do Alentejo)► Ingredientes:• 6 ovos •250 g de açúcar • 250 g de amêndoa • 250 g de...Publicado por Saborear em Sábado, 19 de Dezembro de 2015

Vai um passeio de eléctrico pelo Porto?

Excelente o trabalho de divulgação do Porto e do Norte de "pedrodoporto" (Ver: bit.ly/1QrR1Uc e bit.ly/1Nph6zC)• Estes...Publicado por Descobrir PORTUGAL em Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2015

Mariza: O tempo não para!

Imagem
Mariza - nasceu em Moçambique, cresceu na Mouraria e chegou a viver no Brasil - uma voz da Lusofonia!

Aqui numa canção com letra e música de Miguel Gameiro. Arranjo musical de Tiago Machado.


* Um dos inéditos que integrou o “Best of” lançado em 2014.


Eu sei, que a vida tem pressa
que tudo aconteça,
sem que a gente peça,
Eu sei,
Eu sei, que o tempo não pára,
tempo é coisa rara
e a gente só repara,
quando ele já passou

Não sei, se andei depressa demais
Mas sei que algum sorriso eu perdi
Vou pedir ao tempo,
que me dê mais tempo
para olhar para ti
De agora em diante,
não serei distante
Eu vou estar aqui

Cantei,
cantei a Saudade da minha cidade
e até com vaidade, cantei
Andei, pelo Mundo fora
e não via a hora
de voltar para ti

Não sei, se andei depressa demais
Mas sei que algum sorriso eu perdi
Vou pedir ao tempo,
que me dê mais tempo
para olhar para ti
De agora em diante,
não serei distante
Eu vou estar aqui


Não perca:
Ó Gente da Minha Terra Alma Paixão Promete, jura Beijo de Saudade

Com que então? "Zuca Zuca"? Umas marotas...

Abraço a todos.Como vão? Que caras são essas?Se a vida gosta de pregar partidas... vinguemo-nos dela. E façamos nossos...
Publicado por Acreditar Portugal em Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2015

Uma fotografia, uma rua... e o nevoeiro das interrogações!

Imagem
Das brumas de um dia de Outono, quase inverno, emerge a pedra. Que é parede, portada, varanda, janela, cidade...
O esplendor do Porto nos Aliados. A imponência dos Clérigos no manto de nevoeiro!

Que o tempo não deixa incólume alma e rosto do burgo velho, dizem as marcas de um dos prédios. Merecia mais atenção e desvelo: a degradação destoa e deixa as perguntas do costume...

Feliz o fotógrafo que sabe os retratos de fazer pensar, com vontades de ver e reflectir. E, só de olhar, levar a pensar em salvaguarda do património. Sem abandonar o exercício de adivinhação dos sons do bulício e do incessante movimento da Avenida.

Já agora... talvez fosse melhor dizer que a imagem é do João Campos. E que foi uma das mais vistas e gostadas pelos membros do Descobrir PORTUGAL.




• Para ampliar,
contemplar a fotografia original e ficar de água na boca... Clique na imagem!



► Muitos milhares de fotografias,dos membrosdo Descobrir PORTUGAL.
À sua espera!

    • Visite!


    • Descubra!


    • Deslumbre-se!


    • Partil…

Ana Moura • "Como uma nuvem no Céu"

Imagem
Com letra e música de Tozé Brito, Como uma nuvem no Céu integrou o álbum Leva-me aos Fados, lançado em 2009

Ana Moura surge acompanhada por:
José Manuel Neto e Custódio Castelo (Guitarra Portuguesa),
Jorge Fernando (Viola de Fado) e Filipe Larsen (Viola-Baixo).




Dizem as crenças, as leis, as sentenças
lê-se em anúncios, na palma da mão
Como uma nuvem no céu
o nosso amor não tem solução
dizem os sábios, os lábios, os olhos
vem em jornais e revistas que li
como uma nuvem no céu
o nosso amor já não passa daqui

Mentira, como uma nuvem no céu
Ou como um rio que corre para o mar
Também eu corro para ti
Isso nunca irá mudar

Dizem os livros, os astros, a rádio
Vem nos horóscopos, nos editais
Como uma nuvem no céu
O nosso amor já não dura mais
Dizem as folhas do chá e as notícias
Dizem as fontes bem informadas
Como uma nuvem no céu
O nosso amor tem as horas contadas

Dizem os sonhos, as lendas, a história
Vem num artigo, saiu num decreto
Como uma nuvem no céu
O nosso amor carece de afecto
Dizem …

De uma "cabra velha e feia" fazer manjar de Deuses

Este é um dos pratos mais definidores da cozinha de subsistência que é a nossa.

Nos campos, nas aldeias rurais, a vida foi sempre madrasta. Para matar a fome às famílias, sobrou a imaginação das mulheres. Que conseguir tornar deliciosas coisas incomestíveis. Neste caso, "a cabra velha e feia". Quando ela se tornava imprestável porque não dava mais leite...

CHANFANA► Ingredientes:• 1 kg de carne de cabra • 7,5 dl de vinho tinto de boa qualidade (tradicionalmente, usava-se...
Publicado por Saborear em Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2015

Acham que o fotógrafo merecia a distinção?

Imagem
Assim não vale!
Assim não há mérito do fotógrafo!

Basta o modelo (neste caso o Palácio) e desatam todos a dizer que gostam muito e a partilhar em massa.
O prémio devia ir então para a Serra de Sintra, seu Monte da Lua e Palácio da Pena.
Mas também... como não há prémio nenhum...!

Só nos resta então dizer que a fotografia é do Paulo Almeida.
E que foi uma das mais destacadas pelos membros do Descobrir PORTUGAL.



Para ampliar,
contemplar a fotografia original
e ficar com água na boca,
clique na imagem.



► Muitos milhares de fotografias,dos membrosdo Descobrir PORTUGAL.
À sua espera!

    • Visite!


    • Descubra!


    • Deslumbre-se!


    • Partilhe!

Criador nacional vence concurso do Vimeo

Imagem
O timelapse do Paulo Ferreira ​ triunfou nos Awards do Vimeo. Picos da Europa foi o vídeo mais votado naquele concurso internacional.

A dimensão do núcleo de apoio em torno do vídeo chinês levou a temer que não existisse capacidade para contrariar a tendêndia de vitória asiática. Enganou-se quem estava a ponto de não acreditar: A ponta final da votação foi avassaladora!


Paulo Ferreira arrecadou mais um prémio. Que, se lhe confere mais responsabilidade, pode significar aumento da sua capacidade de angariação de apoios e patrocínios que permitam o incremento da produção de novos trabalhos.

Sempre apoiámos os criadores nacionais. Saudamos, por isso, a intervenção e o empenhamento de todos os que se envolveram na divulgação desta candidatura.

Espreite outros timelapses do Paulo Ferreira que temos vindo a divulgar
no Descobrir PORTUGAL e no Café PORTUGAL:
Anima Luminaria Porto / Oporto Um dia em Marvão
Portugal de relance Picos da Europa Nordlys
Palácio da Bolsa Um olhar sobre o Gerês