Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2016

Num triângulo de Ilhas, uma lenda de Açores. De rosto humano!

Imagem
Dou comigo a recordar aquele mestre do Terra Alta que - numa travessia das Velas para São Roque, já lá vão mais de 25 anos - me contava do Sr. Quaresma, de braço no ar, em cima do velho cais da Madalena.
Em dias de temporal, contando as ondas... para marcar o momento seguro de entrada do barco.

Clique para se deslumbrar! ►

Naquele triângulo de ilhas, o barco era tudo: Viu nascer as crianças (mais impacientes!) que não aguardaram até ao hospital da ilha em frente... foi viatura de funeral ou ambulância.
Muitas histórias de amor se teceram à distância, vertidas nas cartas confiadas a João Quaresma para que as encaminhasse para os amores ausentes.
Ou os açafates da comida e as encomendas que os pais mandavam para os miúdos da Ilha Montanha que tinham ido estudar para a Horta. Do lado de lá. o Gilberto das Lanchas, com a sua carrocinha, havia de tratar das entregas em mão.

Não havia lancha que arriscasse demandar o porto da Madalena sem ordem de João Quaresma. Todos os dias em cima do cai…

Camané: Acordem as Guitarras - (legendado em russo???)

Imagem
Parece-nos que não estarão habituados a ler os poemas de fado em caracteres cirílicos...

Lucília do Carmo, a quem primeiro ouvimos este Acordem os Fadistas, essa nunca terá olhado para a letra vertida em russo...!
Podem recordar a sua magnífica interpretação aqui.

Camané ficou Каманэ, com o fado a chamar-se Проснитесь Гитары!!!
Coisa de gente que se apaixonou pela nossa música e pelas nossas vozes maiores: Acabaram a legendar com a tradução da letra (de mestre Frederico de Brito) para russo. Uma ternura!

O fado é lindíssimo e está interpretado de forma soberba. Nem outra coisas seria de esperar de Camané!
Vale a pena também seguir com atenção a sequência da montagem de imagens com que Roman Bogolepov sublinha toda a música - casando Lisboa com a História do Fado e Camané.
Para saborear com agrado!



Como está lá escrito, já que tem a tradução... Até pode cantar em russo!!!

De Camané, assista também:

Ai, Margarida Sei de um Rio Se estou só, quero não estar A Guerra das Rosas



O Porto visto do Céu!

Imagem
Lá em em baixo, em todo o esplendor, corre o do Douro.
Cá do alto, Porto e Gaia são margens de um namoro de séculos.
Nunca consumado... Mas que as pontes unem e consagram.


São imagens espectaculares estas de Helder Afonso. Bem recentes - até dão para espreitar a árvore de Natal da Avenida dos Aliados, ali bem defronte da Câmara Municipal.

Num voo percorrer com o olhar o Porto todo. Quase lhe tocando os telhados, testemunhando vida e bulício, num gesto de admiração pela beleza da capital do Norte.

Não percam esta viagem!




Da série Portugal Visto do Céu, não pode perder:

• Best of 2016 • Lisboa • Best of 2015

Os membros do Descobrir PORTUGAL estão a contar as FESTAS. Espreite!

Imagem
Façam boas Festas! Inventem um ano feliz!
- voto, desejo, mote...
Seja qual for o significado que cada um atribui ao Natal e ao Ano Novo ninguém lhes consegue ficar indiferente. O Dezembro, da chegada do Inverno, ganha contornos próprios: faz-se de ambiências específicas, determina sentimentos e vivências diferentes do resto do ano.

Encare-se o Natal de que forma seja: festa religiosa, momento de encontro/reencontro de família, tempo de magia e de sonho, terreno de todas as saudades e ausências, estendal de marketing e oportunidade de negócio na febre das compras, quadra de celebração de antigas receitas e segredos de cozinha, etc. etc. etc.

Mesmo os que acreditam não lhe conferir qualquer sentido ou significância, esbarram com ele em qualquer esquina, canto de loja, mesa de café ou espaço de conversa. Não há volta a dar...!

E o Ano Novo, mesmo sem motivo especial de festejos, é... imperativos de calendário! E - quer se queira ou não - chega sempre que o Ano Velho se despede.


Com os memb…