Num triângulo de Ilhas, uma lenda de Açores. De rosto humano!

Imagem
Dou comigo a recordar aquele mestre do Terra Alta que - numa travessia das Velas para São Roque, já lá vão mais de 25 anos - me contava do Sr. Quaresma, de braço no ar, em cima do velho cais da Madalena.
Em dias de temporal, contando as ondas... para marcar o momento seguro de entrada do barco.

Clique para se deslumbrar! ►

Naquele triângulo de ilhas, o barco era tudo: Viu nascer as crianças (mais impacientes!) que não aguardaram até ao hospital da ilha em frente... foi viatura de funeral ou ambulância.
Muitas histórias de amor se teceram à distância, vertidas nas cartas confiadas a João Quaresma para que as encaminhasse para os amores ausentes.
Ou os açafates da comida e as encomendas que os pais mandavam para os miúdos da Ilha Montanha que tinham ido estudar para a Horta. Do lado de lá. o Gilberto das Lanchas, com a sua carrocinha, havia de tratar das entregas em mão.

Não havia lancha que arriscasse demandar o porto da Madalena sem ordem de João Quaresma. Todos os dias em cima do cai…

Pela Serra do Açor... até ao Piódão!

Uma das mais belas fotografias do Piódão que já passaram pelo Descobrir Portugal

Álvaro Almeida conseguiu um enquadramento perfeito e um distanciamento adequado: A permitir que saissem atenuadas algumas marcas menos felizes dos tempos recente daquela Aldeia de Histórica.
Porque... o melhoramento dos acessos trouxe turistas. mas também transportou o ar de feira e novas construções perfeitamente dispensáveis no estilo e nos materiais utilizados.

É um dos meus passeios de muitos domingos:
Saído das Quintas de São Pedro (em Oliveira do Hospital) descer até à beira do Alva e, bordejando o rio, chegar à Ponte da Três Entradas.
Depois, trepar à Aldeia da Dez, parar para as vistas do Vale e seguir pela Senhora das Preces até ao alto do Colcurinho.
E navegar a vista das escarpas da Serra do Açor até encontrar o caminho para o Piódão.
Vezes houve em que a fome já apertava e era subir acelerado em direcção ao Fontinha, porto seguro de sabores e acolhimento.

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1382652258434385&set=o.124331758934&type=3&theater O que uma fotografia pode fazer... Despertar memórias e quase trazer cheiros e sabores.
Lindíssima nas suas cores de Outono.

Obrigado ao Álvaro Almeida.

• Para ampliar, 
contemplar a fotografia original
e ficar de água na boca...
Clique na imagem!





► Muitos milhares de fotografias, dos membros do Descobrir PORTUGAL.
À sua espera!
 
https://www.facebook.com/absolutoportugal/photos_stream?tab=photos     • Visite!


    • Descubra!


    • Deslumbre-se!


    • Partilhe!

Muita gente está a ler também:

Ana Moura - "Dia de Folga"

Que alma terá inventado essa coisa da "carne de porco à alentejana"?

Do Minho para a sua mesa... Caldo Verde!