Fenómeno de crescimento e participação! Agora não podemos parar!

Imagem
Mais de dois Milhões de membros! Um Universo que não pára de crescer e de se diversificar!
Chegados aqui... Temos de ir em frente!
E encontrar formas de corresponder ao interesse e ao entusiasmo desta multidão de rostos.

Por isso, estamos a lançar uma página nova.
Que assume com orgulho o nome de Descobrir Portugal - que fizemos, construímos e consolidámos ao longo destes dois anos no Facebook.
Até conseguirmos ter connosco mais de um MILHÃO de membros, espalhados por todos os cantos da Língua Portuguesa.

Do ala que se faz tarde! conservamos as memórias e os afectos de um blog que, neste curto período, registou mais de 6,5 milhões de visitas. Mas está na altura de iniciar uma nova caminhada fazendo apelo a novos recursos e potencialidades.

• E aí está owww.descobrirportugal.pt.Que quer continuar a contar com o vosso apoio e a vossa divulgação!


Aquilo que parecia uma brincadeira e um passatempo... tornou-se coisa séria. Precisamos agora de apoios e de suportes que garantam continuação, a…

Moços d’uma cana - “Nos bancos da minha escola”

Nos bancos da minha escola
eu aprendi a tocar
a viola campaniça
que me há-de acompanhar

São os Moços d'uma cana.
Na Escola Secundária de Castro Verde aprenderam a construir e a tocar a viola campaniça.
Naquele Campo Branco, a escola foi essencial para que se não perdessem tradições musicais do Baixo Alentejo e as jovens gerações as aprendessem a amar e a tê-las como suas.

Os mocinhos cresceram, fizeram-se à vida, andam por aí a dar concertos de grande (e merecido!) êxito. Por direito próprio, conquistam palcos e plateias.
Mas não quiseram perder memórias nem esquecer quem os despertou para a viola campaniça ou os laços de amizade que daí nasceram.

Ouvindo esta moda, a um tempo, gostamos da sonoridade e da execução. E redescobrimos a importância do papel da escola.
Agrada de sobremaneira o gesto de reconhecimento desta maltinha...

Se o Português, o Inglês ou a Matemática são decisivos na aprendizagem das nossas crianças, a sua formação não se pode ficar por aí. E, nada que tenha ver com os valores da identidade cultural, pode ficar esquecido!
Um exemplo d'Alentejo!



• Gravado em Serpa, a 7 de Fevereiro de 2016 | Realização e Som: Tiago Pereira e Cláudia Faro Santos | Produção: David Pereira | Vídeo de A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria

Nos bancos da minha escola
eu aprendi a tocar
a viola campaniça
que me há-de acompanhar

Oiço o toque vivo o cante
esta paixão que eu senti
nos bancos da minha escola
a tocar eu aprendi

Eu não pensei andar tanto
com a viola na mão
dou graça a Manuel Bento
e ao tio Francisco Bailão

Nos bancos da minha escola
eu aprendi a tocar
a viola campaniça
que me há-de acompanhar

Oiço o toque vivo o cante
esta paixão que eu senti
nos bancos da minha escola
a tocar eu aprendi

Não perca:
 

O bem conhecido
Foste, foste
aqui na interpretação dos
Moços d'uma cana:
https://www.facebook.com/absolutoportugal/videos/10152577061428935/

Muita gente está a ler também:

Madredeus - "O Pastor"

"Carolina": O dueto magistral de Carminho com Chico Buarque

Madredeus - Ao longe o mar