Fenómeno de crescimento e participação! Agora não podemos parar!

Imagem
Mais de dois Milhões de membros! Um Universo que não pára de crescer e de se diversificar!
Chegados aqui... Temos de ir em frente!
E encontrar formas de corresponder ao interesse e ao entusiasmo desta multidão de rostos.

Por isso, estamos a lançar uma página nova.
Que assume com orgulho o nome de Descobrir Portugal - que fizemos, construímos e consolidámos ao longo destes dois anos no Facebook.
Até conseguirmos ter connosco mais de um MILHÃO de membros, espalhados por todos os cantos da Língua Portuguesa.

Do ala que se faz tarde! conservamos as memórias e os afectos de um blog que, neste curto período, registou mais de 6,5 milhões de visitas. Mas está na altura de iniciar uma nova caminhada fazendo apelo a novos recursos e potencialidades.

• E aí está owww.descobrirportugal.pt.Que quer continuar a contar com o vosso apoio e a vossa divulgação!


Aquilo que parecia uma brincadeira e um passatempo... tornou-se coisa séria. Precisamos agora de apoios e de suportes que garantam continuação, a…

Uma fogueira de fazer voar as ovelhas!

Ovelhas a voar nas muralhas? E uma gigantesca fogueira, de ser vista a uns 30 quilómetros de distância, no alto da torre?
Não em um Castelo, mas... em dois! Simultâneamente.

Mas... que diabo de coisa será esta? Que já tem data marcada para o próximo sábado em Palmela e em Lisboa? Ao mesmo tempo?
Mete música, teatro, projecções. Promete animação e festa. Tudo isto para celebrar uma... Almenara, ou seja... uma fogueira que ficou na Historia de Portugal. Já lá vão mais de 600 anos.
Bem... o melhor é recordar os factos passados para que vocês percebam:


  • Durante o cerco de Lisboa pelos castelhanos, o Condestável D. Nuno Álvares Pereira – após a vitória na batalha dos Atoleiros (1384) – acendeu uma Almenara (fogueira de grandes dimensões) no Castelo de Palmela para alertar o Mestre de Avis, em Lisboa, de que a ajuda estava próxima.

A 17 de Setembro juntam-se duas margens do Tejo, dois castelos, duas cidades. E, dia todo, Lisboa e Palmela são cenário de espectáculos independentes que a tecnologia permitirá interligar: as projecções serão visíveis nos castelos dos dois municípios.

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=881209621989653&set=o.124331758934&type=3&theater
Os horizontes abertos do alto do Castelo de Palmela
(Clique para ampliar)
Do lado de de Palmela, o pastoreio e as ovelhas são os elementos centrais do espetáculo Ritual Almenara. Encenações teatrais com a direcção de João Brites, do Teatro O Bando.
E com o maestro Jorge Salgueiro a assumir o comando da vertente musical.

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=763137603734336&set=o.124331758934&type=1&theater
Castelo de São Jorge, Lisboa
(Clique para ampliar)


Lisboa celebra a lusitanidade e os padrões das subculturas da cidade capital. A direcção será de Jorge Ribeiro, da Companhia da Esquina. E contará com uma orquestra de 12 músicos.



Durante todo o dia, será tempo de uma ligação histórica entre os dois castelos, um jogo de tabuleiro em tamanho real, uma instalação de figuras lúdicas para fotografias, sinalética associada ao projeto e workshops e fam trips com operadores turísticos. Sábado cheio naqueles dois monumentos nacionais.

O projeto Almenara pretende estabelecer a comunicação entre as duas margens do rio Tejo. Com base na informação histórica, identidade, património e cultura das diferentes regiões, exaltando a memória coletiva e reforçando a oferta turística da Região de Lisboa. Congrega as Câmaras Municipais de Lisboa e de Palmela e a Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa.

Muita gente está a ler também:

Madredeus - "O Pastor"

Porto: Chegar a Santo Ildefonso pela 31 de Janeiro...

Num triângulo de Ilhas, uma lenda de Açores. De rosto humano!