Fenómeno de crescimento e participação! Agora não podemos parar!

Imagem
Mais de dois Milhões de membros! Um Universo que não pára de crescer e de se diversificar!
Chegados aqui... Temos de ir em frente!
E encontrar formas de corresponder ao interesse e ao entusiasmo desta multidão de rostos.

Por isso, estamos a lançar uma página nova.
Que assume com orgulho o nome de Descobrir Portugal - que fizemos, construímos e consolidámos ao longo destes dois anos no Facebook.
Até conseguirmos ter connosco mais de um MILHÃO de membros, espalhados por todos os cantos da Língua Portuguesa.

Do ala que se faz tarde! conservamos as memórias e os afectos de um blog que, neste curto período, registou mais de 6,5 milhões de visitas. Mas está na altura de iniciar uma nova caminhada fazendo apelo a novos recursos e potencialidades.

• E aí está owww.descobrirportugal.pt.Que quer continuar a contar com o vosso apoio e a vossa divulgação!


Aquilo que parecia uma brincadeira e um passatempo... tornou-se coisa séria. Precisamos agora de apoios e de suportes que garantam continuação, a…

Uma Lisboa em extinção. Vá ver antes que acabe!

Bairros históricos de Lisboa e do Porto alvo da ganância da especulação imobiliária. A febre do alojamento turístico não poupa nada nem ninguém!

A única preocupação parece ser aproveitar as cifras do crescimento turístico como arma de arremesso nas Eleições Autárquicas.

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1273969315984493&set=o.124331758934&type=3&theaterhttps://www.facebook.com/photo.php?fbid=1261828913865200&set=o.124331758934&type=3&theater Os poderes autárquicos das nossas maiores cidades, seduzidos pela maré dos número da Procura Turística, desdobram-se em iniciativas de marketing e comunicação na mira de cavalgar a onda.
Com a pressa do turismo e a urgência do lucro, não vai haver imagens destas no futuro.
E depois? Vão contratar figurantes para as festas, as marchas, os jogos de sueca, as fotografias?
E os turistas vêm visitar o quê? Bairros sem gente? Onde nem sequer vão suspeitar a refinada elite que comprou algumas das casas para as transformar em habitações de luxo?
Sabedoria tem o povo quando diz que quem tudo quer, tudo perde!

Se os moradores saem para dar lugar às dormidas dos de fora, não vai haver quem estenda roupa, cuide das flores, dos pássaros ou da vida...
Bairros sem gente são coisas sem alma!
Passe por lá, antes que acabem.


Vale a pena passear as imagens de José Batista. Já com a nostalgia do que está para acabar - incinerado na pira funerária de uma estratégia de venda do Turismo que, ignorando as pessoas, nem se interroga sobre o que, com estes bairros sem gente a morar lá, poderá funcionar como mola afectiva da atracção dos turistas.


Muita gente está a ler também:

Madredeus - "O Pastor"

Porto: Chegar a Santo Ildefonso pela 31 de Janeiro...

Num triângulo de Ilhas, uma lenda de Açores. De rosto humano!