Fenómeno de crescimento e participação! Agora não podemos parar!

Imagem
Mais de dois Milhões de membros! Um Universo que não pára de crescer e de se diversificar!
Chegados aqui... Temos de ir em frente!
E encontrar formas de corresponder ao interesse e ao entusiasmo desta multidão de rostos.

Por isso, estamos a lançar uma página nova.
Que assume com orgulho o nome de Descobrir Portugal - que fizemos, construímos e consolidámos ao longo destes dois anos no Facebook.
Até conseguirmos ter connosco mais de um MILHÃO de membros, espalhados por todos os cantos da Língua Portuguesa.

Do ala que se faz tarde! conservamos as memórias e os afectos de um blog que, neste curto período, registou mais de 6,5 milhões de visitas. Mas está na altura de iniciar uma nova caminhada fazendo apelo a novos recursos e potencialidades.

• E aí está owww.descobrirportugal.pt.Que quer continuar a contar com o vosso apoio e a vossa divulgação!


Aquilo que parecia uma brincadeira e um passatempo... tornou-se coisa séria. Precisamos agora de apoios e de suportes que garantam continuação, a…

Quando o "Zé das Papas" era a cara do Festival Nacional de Gastronomia...

O Zé das Papas, a figura criada por Rafael Bordalo Pinheiro


Histórias da infância do Festival Nacional de Gastronomia andaram à solta pela Casa do Campino em Santarém.


Que foi preciso engenho para, retirados os cavalos, transformar cavalariças em recinto de petiscos e comedorias e confraternização... já se sabia.




Um venhinho Programa do Festival


Mas, desta vez, ficou desvendado o segredo da transformação de baias e manjedouras naqueles balcões corridos onde durante anos se instalaram os muitos milhares que não perdiam as noites de cumplicidade, conversa, convívio e celebração da cozinha portuguesa.

Chamados à liça, dois responsáveis pelas infraestruturas e organização, dois representantes das tasquinhas (que foram destino de romaria e culto) e dois jornalistas.

Acrescentado um moderador, para temperar as lides, estava encontrada a receita para uma Conversa de fim de tarde sobre os primórdios do Festival. Recheada de recordações e memórias.


A guisa de remate, apenas dizer que a fotografia é de Alberto Silva.

Na imagem: Nuno Domingos, Francisco Jerónimo, Raul Rodrigues,
Paulino Coelho, Manuel Fialho, Paulo Narciso, Rui Dias José.

Muita gente está a ler também:

Ele há cada mistério...

Madredeus - "O Pastor"

Marvão: lá do alto, horizontes imensos de encher peito e alma!