Figuras do Presépio invadem Monsaraz!

Imagem
Presépio gigante de rua, com figuras em tamanho real, regressa sexta-feira a Monsaraz.

Pelas 11 da manhã, nas Portas da Vila, o Grupo Coral da Freguesia de Monsaraz abre a festa com os seus Cantos de Natal.
As Figuras do Presépio tomam conta de Monsaraz. E até aos Reis, a vila medieval é delas!

Delas (de quantos a habitam e gostam!) e dos muitos milhares que vão passar por lá para ver Natal dentro de muralhas com vistas d'Alqueva


Espraia-se pelas ruas da vila até ao Largo do Castelo. Aí ficará o conjunto principal: A Virgem, São José e o Menino Jesus.
As outras figuras (ao todo são 48) distribuem-se pelas ruas da vila.

Em tamanho natural, estruturas de ferro e rede, cobertas por panos de cor crua, pintadas em tons pastel, rosa velho e lilases.
Caras e mãos feitas em cerâmica.

Por lá vão estar os Reis Magos, o pastor, os guardas do castelo, o oleiro, o almocreve, a lavadeira e a fiadeira. E muito mais!
Tudo impermeabilizado e tratado para aguentar a chuva.
À noite, todas as figura…

Músicas e danças tradicionais em alta na NET!

Grupo Folclórico de Faro:
Ultrapassou um Milhão de visualizações.

https://www.facebook.com/cafportugal/videos/10152345481082541/
Grupo Folclórico da Casa do Povo de Serzedelo
900 Mil visualizações

https://www.facebook.com/cafportugal/videos/10152356306757541/
Grupo de Cante Juvenil de Vila Nova S. Bento
Quase 500 Mil visualizações

As nossas músicas e danças étnicas, aquelas coisas que estavam quase apenas gueto "Folclórico", ganham cada vez mais alcance e força na Internet.

A crescente qualidade técnica e a originalidade de abordagens permitem frutos e ganhos imensos de audiência: Desde que dotado de boa qualidade de imagem e som, um vídeo que explore convenientemente as seduções de danças e cantares tradicionais alcança de imediato muitos milhares de visionamentos.

Pareciam manifestação de saudosistas agarrados às memórias e ao passado. Toleradas como ilustração turística e motivando uma população cada vez mais envelhecida. Mas as novas tecnologias, as redes sociais e as mensagens instantâneas, vieram democratizar a informação e dar a possibilidade de cada um de nós poder assegurar comunicação e difusão.

Um fenómeno que está a revelar aos mais distraídos que, afinal, as nossas raízes musicais, a diversidade de passos e sonoridades étnicas, têm muitos milhares de amantes, cultores e executantes.

Para mim, que passei uns 20 e tal anos a percorrer o país e a conhecer esses rostos - muitos deles… gente nova verdadeiramente apaixonada - não causa nem surpresa nem espanto.

* * *
  • Alguém é capaz de explicar isso aos responsáveis das televisões, ainda atolados no convencimento serôdio de que é a música pimba (quanto mais ordinária... melhor!) que traz ganhos de audiência…!

Muita gente está a ler também:

Figuras do Presépio invadem Monsaraz!

Madredeus - "O Pastor"

"Carolina": O dueto magistral de Carminho com Chico Buarque