Num triângulo de Ilhas, uma lenda de Açores. De rosto humano!

Imagem
Dou comigo a recordar aquele mestre do Terra Alta que - numa travessia das Velas para São Roque, já lá vão mais de 25 anos - me contava do Sr. Quaresma, de braço no ar, em cima do velho cais da Madalena.
Em dias de temporal, contando as ondas... para marcar o momento seguro de entrada do barco.

Clique para se deslumbrar! ►

Naquele triângulo de ilhas, o barco era tudo: Viu nascer as crianças (mais impacientes!) que não aguardaram até ao hospital da ilha em frente... foi viatura de funeral ou ambulância.
Muitas histórias de amor se teceram à distância, vertidas nas cartas confiadas a João Quaresma para que as encaminhasse para os amores ausentes.
Ou os açafates da comida e as encomendas que os pais mandavam para os miúdos da Ilha Montanha que tinham ido estudar para a Horta. Do lado de lá. o Gilberto das Lanchas, com a sua carrocinha, havia de tratar das entregas em mão.

Não havia lancha que arriscasse demandar o porto da Madalena sem ordem de João Quaresma. Todos os dias em cima do cai…

Oito meses de vida: Com o vosso apoio e carinho, a maré não pára de crescer!

No último mês ultrapassou
os 10 Mil visitantes diários.

740 Mil visitantes nos primeiros oito meses de existência - uma média de mais de 3 Mil diários!
No ultimo mês foram mais de 10 mil visitantes por dia!

No início, o ala que se faz tarde! era apenas uma ferramenta de apoio ao Descobrir PORTUGAL.
Mas, de imediato, ganhou vida própria e afirmou-se como um caso sério de popularidade.



Foi apresentado como Vício de passear paisagens, vontades, gostos, músicas, angústias, afectos, projectos, saudades... e tudo o mais de que se fazem as vidas das gentes e do povo que somos!
E foi recebido de uma forma que, para outros, dificilmente seria de prever. Mas nós sabemos perfeitamente que temos connosco rostos que há bastante anos nos acompanham, se envolvem e participam activamente nestas aventuras colectivas na área da net e do online.
Temos de agradecer (a todos) o apoio e a divulgação que nos estão a fazer. Os resultados excederam largamente todas as nossas expectativa!!!

Pena é que alguns não percebam(?!) razões, motivações e importância do nosso trabalho.
Lamentável mesmo é quando... uma das principais editoras portuguesas decide atropelar a legalidade dos nossos direitos e (abusivamente e sem qualquer consulta prévia) usar uma Marca Registada nossa para os seus negócios privados.
Mesmo depois de as entidades competentes lhe terem recusado a possibilidade de qualquer registo com denominação idêntica à nossa.
Como já aqui escrevemos: E ainda dizem que "o crime não compensa"...!

E que dizer da falta de imaginação, ausência de capacidade criativa e oportunismo puro de outros que no Facebook pirateiam os nossos títulos de Páginas?

Mas, no fim, fica-nos a satisfação imensa de, apesar de uns e de outros, podermos contar com esta imensa maré de rostos para nos acompanhar e amplificar efeitos e resultados daquilo que todos os dias vamos construindo.

http://absolutoportugal.blogspot.pt/p/turismo-nao-sabemos.html Porque, como de Turismo nada sabemos, O que nós gostamos mesmo é de... Passear!
 

Obrigado a Todos os que nos acompanham e Fazem!

Muita gente está a ler também:

Ana Moura - "Dia de Folga"

Que alma terá inventado essa coisa da "carne de porco à alentejana"?

Do Minho para a sua mesa... Caldo Verde!