Num triângulo de Ilhas, uma lenda de Açores. De rosto humano!

Imagem
Dou comigo a recordar aquele mestre do Terra Alta que - numa travessia das Velas para São Roque, já lá vão mais de 25 anos - me contava do Sr. Quaresma, de braço no ar, em cima do velho cais da Madalena.
Em dias de temporal, contando as ondas... para marcar o momento seguro de entrada do barco.

Clique para se deslumbrar! ►

Naquele triângulo de ilhas, o barco era tudo: Viu nascer as crianças (mais impacientes!) que não aguardaram até ao hospital da ilha em frente... foi viatura de funeral ou ambulância.
Muitas histórias de amor se teceram à distância, vertidas nas cartas confiadas a João Quaresma para que as encaminhasse para os amores ausentes.
Ou os açafates da comida e as encomendas que os pais mandavam para os miúdos da Ilha Montanha que tinham ido estudar para a Horta. Do lado de lá. o Gilberto das Lanchas, com a sua carrocinha, havia de tratar das entregas em mão.

Não havia lancha que arriscasse demandar o porto da Madalena sem ordem de João Quaresma. Todos os dias em cima do cai…

Começa a ser demais! O que querem os senhores da RTP?

Que não há limites para o desplante e a sem vergonhice... já sabíamos. Mas, mesmo assim, esperávamos alguma moderação no despudor e na lata.
Em vão...!

Por experiência própria sabemos que as televisões não costumam ter muito respeito pela Propriedade Intelectual nem pelo esforço e trabalho alheios.
Mas nunca passou pela cabeça que a RTP (Pública e paga com os dinheiros de todos nós!) fosse capaz de querer atribuir a um qualquer Programa um nome que é titulo de um livro, ainda recente e no mercado. Sem sequer se dar ao trabalho de conversar com quem o lançou, o divulga e o mantém à disposição leitores - assumindo (com esforço) acções e iniciativas tendentes a levá-lo ao conhecimento de um número mais alargado de potenciais consumidores.

http://www.rdj.pt/portugalape/index.html
Os responsáveis por esta inqualificável atitude poderiam ser tentados a argumentar que não sabiam da existência do livro do jornalista Nuno Ferreira e de quem o tinha publicado.
Estariam apenas a ser ridículos: Qualquer simples busca na net apontará em sentido contrário!!


Só este Apalavrado (blogue jovem, com menos de 4 meses) significa já umas 1500 visitas diárias... E sempre lá esteve este anúncio!

https://www.facebook.com/QuererPortugal

Mas se o argumento do desconhecimento não tem qualquer cabimento, o que é que fica? Abuso de posição dominante? Má fé? Ou outra coisa qualquer de ainda maior gravidade?

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10150167144842541.300078.185910417540&type=3Não é a primeira vez que a RTP age comigo deste modo despudorado. Há uns tempos tinha lançado no seu 2º Canal um programa chamado Café PORTUGAL sem se preocupar com o facto de estar a usar uma marca (devidamente Registada) que não lhe pertencia. Foi obrigada a recuar e a emendar a mão: À pressa, o nome passou para Café Central.

Mas agora começa a ser demais! Não lhes bastou terem-me afastado do Serviço Público de Rádio ao cabo de 25 anos de actividade profissional - em grande parte dedicados a percorrer em directo as terras e lugares deste país todo. Não lhes bastou terem-me impedido de ter voz na Rádio Pública?

O que é que querem desta vez?


*  *  *  *  *   *

O Portugal a Pé tem vindo a merecer o devido destaque por parte das televisões nacionais e internacionais. Como exemplo, fica aqui o mini-documentário que o canal Discovery produziu:

https://www.facebook.com/absolutoportugal/videos/10153249971563935/



Muita gente está a ler também:

Ana Moura - "Dia de Folga"

Que alma terá inventado essa coisa da "carne de porco à alentejana"?

Do Minho para a sua mesa... Caldo Verde!