Fenómeno de crescimento e participação! Agora não podemos parar!

Imagem
Mais de dois Milhões de membros! Um Universo que não pára de crescer e de se diversificar!
Chegados aqui... Temos de ir em frente!
E encontrar formas de corresponder ao interesse e ao entusiasmo desta multidão de rostos.

Por isso, estamos a lançar uma página nova.
Que assume com orgulho o nome de Descobrir Portugal - que fizemos, construímos e consolidámos ao longo destes dois anos no Facebook.
Até conseguirmos ter connosco mais de um MILHÃO de membros, espalhados por todos os cantos da Língua Portuguesa.

Do ala que se faz tarde! conservamos as memórias e os afectos de um blog que, neste curto período, registou mais de 6,5 milhões de visitas. Mas está na altura de iniciar uma nova caminhada fazendo apelo a novos recursos e potencialidades.

• E aí está owww.descobrirportugal.pt.Que quer continuar a contar com o vosso apoio e a vossa divulgação!


Aquilo que parecia uma brincadeira e um passatempo... tornou-se coisa séria. Precisamos agora de apoios e de suportes que garantam continuação, a…

"Beijo de Saudade" - Mariza e Tito Paris

Na Lisboa de todas as Partidas e todas as Chegadas, o fado pode ganhar acentos de África e retornar às origens. Com as águas do Tejo a desaguar em Cabo Verde...

A duas vozes: Mariza e Tito Paris para um Beijo de Saudade!
Ela (que nasceu em Moçambique, cresceu na Mouraria e chegou a viver no Brasil)  é, verdadeiramente, uma voz da Lusofonia!

  • Fado com letra de música de  B. Beleza. Integrou o álbum Terra, lançado em 2008.
  • Quisemos trazer este Beijo de Saudade envolto em imagens de Lisboa, neste vídeo com montagem de Román De La Serna.



Ondas sagradas do Tejo
Deixa-me beijar as tuas águas
Deixa-me dar-te um beijo
Um beijo de mágoa, um beijo de saudade
Para levar ao mar e o mar à minha terra

Nas tuas ondas cristalinas
Deixa-me dar-te um beijo
Na tua boca de menina
Deixa-me dar-te um beijo, oh Tejo

Um beijo de mágoa, um beijo de saudade
Para levar ao mar e o mar à minha terra

Nha terra ê quêl piquinino
È Cabo Verde, quêl quê di meu
Terra que na mar parcê minino
È fidjo d'oceano, é fidjo di céu
Terra di nha mãe, terra di nha cretcheu

Nas tuas ondas cristalinas
Deixa-me dar-te um beijo
Na tua boca de menina
Deixa-me dar-te um beijo, oh Tejo

Um bêjo di mágoa, um bêjo di sodadi
Pá bô levá mar, pá mar leval'nha terra
P’ra levar ao mar e o mar à minha terra


Não perca:

Ó Gente da Minha Terra
Alma
Paixão
https://www.facebook.com/cafportugal/videos/10152318013482541/
http://absolutoportugal.blogspot.pt/2015/11/mariza-alma-do-novo-mundo.html
http://absolutoportugal.blogspot.pt/2015/11/mariza-alma-do-novo-mundo.html
O tempo não para!
http://absolutoportugal.blogspot.pt/2015/12/mariza-o-tempo-nao-para.html

Muita gente está a ler também:

Marvão: lá do alto, horizontes imensos de encher peito e alma!

Ele há cada mistério...