Num triângulo de Ilhas, uma lenda de Açores. De rosto humano!

Imagem
Dou comigo a recordar aquele mestre do Terra Alta que - numa travessia das Velas para São Roque, já lá vão mais de 25 anos - me contava do Sr. Quaresma, de braço no ar, em cima do velho cais da Madalena.
Em dias de temporal, contando as ondas... para marcar o momento seguro de entrada do barco.

Clique para se deslumbrar! ►

Naquele triângulo de ilhas, o barco era tudo: Viu nascer as crianças (mais impacientes!) que não aguardaram até ao hospital da ilha em frente... foi viatura de funeral ou ambulância.
Muitas histórias de amor se teceram à distância, vertidas nas cartas confiadas a João Quaresma para que as encaminhasse para os amores ausentes.
Ou os açafates da comida e as encomendas que os pais mandavam para os miúdos da Ilha Montanha que tinham ido estudar para a Horta. Do lado de lá. o Gilberto das Lanchas, com a sua carrocinha, havia de tratar das entregas em mão.

Não havia lancha que arriscasse demandar o porto da Madalena sem ordem de João Quaresma. Todos os dias em cima do cai…

Vale a pena ter amigos no Facebook? Claro que sim! Obrigado!

Mês após mês: subida exponencial!
Novinho... mas cheio de força! Com o ânimo e o estimulo que muitos milhares lhe estão a dar!

Esperávamos apoio, mas nunca pensamos que ia ser assim:

  • Um Milhão de visitantes nos primeiros nove meses de vida. Só nos últimos dois meses foram uns 9 mil por dia!

http://absolutoportugal.blogspot.pt/

Era para ser apenas uma ferramenta de apoio ao Descobrir PORTUGAL e ao Café Portugal. Mas, bruscamente, ganhou vida própria e afirmou-se como um caso sério de popularidade.
Agora não nos resta outra possibilidade que não seja tentar corresponder a este carinho todo e fazer do Blog um espaço que corresponda às expectativas de quem nos visita e... quer!

Foi recebido de uma forma que, para outros, dificilmente seria de prever. Mas nós sabemos perfeitamente que temos connosco rostos que há bastante anos nos acompanham, se envolvem e participam activamente nestas aventuras colectivas na área da net e do online.
Temos de agradecer (a todos) o apoio e a divulgação que nos estão a fazer. Os resultados excederam largamente todas as nossas expectativas!!!


Sem que se torne necessário (ou útil!) comprar membros ou... maquilhar números.
Basta este "boca a boca" onde, quem já conhece, traz e acolhe quem chega.

Correspondendo aos diversos desafios que nos foram sendo lançados, a  oferta foi-se diversificando...
No Facebook, três são as páginas principais:

https://www.facebook.com/absolutoportugal
Descobrir Portugal

Só o Descobrir Portugal representa mais de um Milhão de membros. Na sua maioria, de Portugal e do Brasil. Mas todos os países da Lusofonia e da Diáspora Lusófona estão representados. É o grande motor de todo esta rica história de intervenção e participação.
No Café Portugal... está mesmo o Brasil em maioria!
https://www.facebook.com/cafportugal
Café Portugal

https://www.facebook.com/Gastrofolias
Saborear

Todos sabemos que o mecanismo das Páginas do Facebook é rígido e não permite que os seus membros possam incluir directamente conteúdos.
Para tornear essa limitação, e envolver directamente aqueles que connosco dialogam no Facebook, temos vindo a criar diversos Grupos. As respostas têm sido espectaculares.

Destacamos os de maior dimensão:

https://www.facebook.com/groups/somos.festa
Festas & Romarias

https://www.facebook.com/groups/AventuraPortugal
Aventura Portugal

https://www.facebook.com/groups/previstos
A chegar! Já a seguir!

https://www.facebook.com/groups/lusovontades
Lusofonia: Povos e afectos!

https://www.facebook.com/groups/quilometro
Ala, que se faz tarde

https://www.facebook.com/groups/lambarices
O Império dos Sabores!

Para aceder a qualquer Página ou Grupo bastará clicar na respectiva imagem.
  • Boa navegação!
  • Boa participação! 
  • E... tragam amigos! 

Quase 4 milhões e meio de visualizações:

Difundido por nós!
E outros a gabarem-se de terem vídeos virais que nem ao milhão chegam...!!!



Muita gente está a ler também:

Ana Moura - "Dia de Folga"

Que alma terá inventado essa coisa da "carne de porco à alentejana"?

Do Minho para a sua mesa... Caldo Verde!