Fenómeno de crescimento e participação! Agora não podemos parar!

Imagem
Mais de dois Milhões de membros! Um Universo que não pára de crescer e de se diversificar!
Chegados aqui... Temos de ir em frente!
E encontrar formas de corresponder ao interesse e ao entusiasmo desta multidão de rostos.

Por isso, estamos a lançar uma página nova.
Que assume com orgulho o nome de Descobrir Portugal - que fizemos, construímos e consolidámos ao longo destes dois anos no Facebook.
Até conseguirmos ter connosco mais de um MILHÃO de membros, espalhados por todos os cantos da Língua Portuguesa.

Do ala que se faz tarde! conservamos as memórias e os afectos de um blog que, neste curto período, registou mais de 6,5 milhões de visitas. Mas está na altura de iniciar uma nova caminhada fazendo apelo a novos recursos e potencialidades.

• E aí está owww.descobrirportugal.pt.Que quer continuar a contar com o vosso apoio e a vossa divulgação!


Aquilo que parecia uma brincadeira e um passatempo... tornou-se coisa séria. Precisamos agora de apoios e de suportes que garantam continuação, a…

Aventura de passear margens do rio menos poluído da Europa

Dizem-no o menos poluído da Europa. É o Rio Paiva.
A primeira vez que lhe avistámos curso e águas e percorremos as suas margens, era ainda um ilustre quase desconhecido.

De Arouca, o produto mais vulgarizado nesses tempos era mesmo o Pão-de-Ló. Um pouco doce de mais para o meu palato.
Por aquelas bandas  fizemos (para a Antena 1) uma emissão do Feira Franca em directo do Salão dos Bombeiros.

Imagem de Arouca Geopark (clique para ampliar)
Depois veio canoagem e o rafting e as águas do Paiva passaram a destino obrigatório para desportos e observação da natureza com espírito mais radical.

E havia outros argumentos a céu aberto capazes de suscitar curiosidades e vontades de acorrer àquelas paragens.

Desde logo, as Pedras Parideiras, um fenómeno geológico que deu histórias e lendas...

Imagem de Passadiços do Paiva
(clique para ampliar)

Com muita imaginação, trabalho e aproveitamento eficaz dos Fundos Comunitários, Arouca lançou dois desafios de uma vez só:
 
• Partir à descoberta do Arouca Geopark
• Palmilhar os Passadiços do Paiva.




Imagem de Passadiços do Paiva
(clique para ampliar)
Depois do incêndio do ano passado, os passadiços estão de novo operacionais e cheios de gente com ganas de percorrer os seus quase nove quilómetros de extensão e deslumbramento.

Invocando razões de segurança, passou a ser  obrigatória inscrição prévia (em www.passadicosdopaiva.pt) e o pagamento - por multibanco - de um quase simbólico euro.


Imagem de Passadiços do Paiva
(clique para ampliar)
Ligando as praias fluviais do Areinho e do Espiunca, o percurso dos passadiços tem uma duração média de duas horas e meia.

Passa por locais emblemáticos como a Garganta do Paiva, a Cascata das Aguieiras, a Praia Fluvial do Vau, a Gola do Salto e a Falha de Espiunca.

Uma Aventura a não perder! 


  • Enquanto planeia a surtida a Terras de Arouca, delicie-se com este timelapse. Descreve um regresso aos passadiços do Paiva:
A sua diversidade de vista é impressionante, com uma magnífica flora durante todo o percurso. Ocasionalmente somos prendados com pequenos riachos, cascatas, pontes, zonas mais calmas, zonas ideais a rafting e vistas que, de tal grandiosidade, que não temos outras mais palavras para descrever.
- escrevem os autores deste vídeo:


Um trabalho de timelapse.pt, com captação e edição de Francesco Cerruti e pós-produção áudio de Alexandre Lau.

Muita gente está a ler também:

Madredeus - "O Pastor"

"Carolina": O dueto magistral de Carminho com Chico Buarque

Madredeus - Ao longe o mar