Figuras do Presépio invadem Monsaraz!

Imagem
Presépio gigante de rua, com figuras em tamanho real, regressa sexta-feira a Monsaraz.

Pelas 11 da manhã, nas Portas da Vila, o Grupo Coral da Freguesia de Monsaraz abre a festa com os seus Cantos de Natal.
As Figuras do Presépio tomam conta de Monsaraz. E até aos Reis, a vila medieval é delas!

Delas (de quantos a habitam e gostam!) e dos muitos milhares que vão passar por lá para ver Natal dentro de muralhas com vistas d'Alqueva


Espraia-se pelas ruas da vila até ao Largo do Castelo. Aí ficará o conjunto principal: A Virgem, São José e o Menino Jesus.
As outras figuras (ao todo são 48) distribuem-se pelas ruas da vila.

Em tamanho natural, estruturas de ferro e rede, cobertas por panos de cor crua, pintadas em tons pastel, rosa velho e lilases.
Caras e mãos feitas em cerâmica.

Por lá vão estar os Reis Magos, o pastor, os guardas do castelo, o oleiro, o almocreve, a lavadeira e a fiadeira. E muito mais!
Tudo impermeabilizado e tratado para aguentar a chuva.
À noite, todas as figura…

Viva quem é uma flor! - (De saborear, rir ou chorar...)

Apetece falar de flores. Vá se lá saber porquê...
Flores mesmo, sem subterfúgio ou segundo sentido de palavra.

Daquelas que nascem das hastes e ramos de plantas e árvores.
Daquelas naturais e de ver crescer…
Daquelas que meu pai, mestre sabedor, ensinou a conhecer, gostar e a fazer florescer.

E tanto se pode aprender de uma flor...
Até o efémero dos gestos, até a fragilidade da vida.

Serão estas as flores do Pilriteiro (Crataegus monogyna) ?
Imagem ► Ricardo Raposo
Há flores de ver e cheirar.
Flores de comer e beber.
Flores de bem-querer e mal-querer.
Flores de rir e chorar.

Bonitas, saborosas, ricas de virtude e de gosto...

Que pedir a uma flor?
Talvez… que dure um pouco mais e não esmaeça num repente.

Mas isso já seria exagero e despropósito.


  • Pelo Jardim:

http://absolutoportugal.blogspot.pt/2017/02/se-nao-e-flor-que-se-cheire-e-melhor.html Se não é "flor que se cheire"...
Flores que são beleza, paixão, deslumbramento, aconchego, mezinha…
Nas tisanas e outras providenciais infusões, exaltam prazeres de fragrância e sabor. Acrescentam poderes medicinais... (Ler Mais)


http://absolutoportugal.blogspot.pt/2017/02/saciar-o-fogo-do-desejo-num-corpo-de.html Saciar o fogo do desejo num corpo de flor!
Algumas, de tão provocantes e apetecíveis, apetece mesmo comer.
E então, quando sedosas ao toque, cheirosas e suaves, de formas bem desenhadas e cores cheias... (Ler Mais)



http://absolutoportugal.blogspot.pt/2017/02/boas-de-comer-ou-venenosas-de-matar.html Boas de comer ou venenosas de matar!
Como em tudo na vida, manda bom senso (e experiência!) que não se dispense a precaução. As escolhas têm de ser acertadas… Porque nem todas as flores são boas de comer: Algumas são... (Ler Mais)


http://absolutoportugal.blogspot.pt/2017/02/da-flor-do-sal-flor-do-vinho-da-virtude.html Da flor do sal à flor do vinho...
E, da mesma palavra... significados e sentidos tão diferentes: Da excelência da flor de sal aos melefícios da flor de vinho, um abismo!
Que nome poderia ter o sal de melhor qualidade e de... (Ler Mais)


https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10152222501918996&set=a.10152214868408996.1073741829.713138995&type=3&theater Da mesma flor, a abelha tira o mel e a vespa o fel
Na linguagem, no imaginário, no dia-a-dia… associamos as flores a quase tudo. E a partir delas fazemos afirmações significativas e… significantes.
Entre o "viva quem é uma flor" e o "não é flor que se... (Ler Mais)


https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10152222501918996&set=a.10152214868408996.1073741829.713138995&type=3&theater Mistérios de prazer e sedução?
Das muitas flores que todos os dias trazem ao Descobrir PORTUGAL.
Sem razão ou lógica de escolha, apenas cor, ternura, gesto...
Para que qualquer um que por aqui passe... (Ler Mais)

Muita gente está a ler também:

"Ladrão que rouba ladrão, tem direito a cem anos de perdão" - canta Cuca Roseta

"Fim de Tarde a Sonhar" de Fernando Alvim, com a voz de Cristina Branco

O melhor peixe do mundo vem de Portugal!