Fenómeno de crescimento e participação! Agora não podemos parar!

Imagem
Mais de dois Milhões de membros! Um Universo que não pára de crescer e de se diversificar!
Chegados aqui... Temos de ir em frente!
E encontrar formas de corresponder ao interesse e ao entusiasmo desta multidão de rostos.

Por isso, estamos a lançar uma página nova.
Que assume com orgulho o nome de Descobrir Portugal - que fizemos, construímos e consolidámos ao longo destes dois anos no Facebook.
Até conseguirmos ter connosco mais de um MILHÃO de membros, espalhados por todos os cantos da Língua Portuguesa.

Do ala que se faz tarde! conservamos as memórias e os afectos de um blog que, neste curto período, registou mais de 6,5 milhões de visitas. Mas está na altura de iniciar uma nova caminhada fazendo apelo a novos recursos e potencialidades.

• E aí está owww.descobrirportugal.pt.Que quer continuar a contar com o vosso apoio e a vossa divulgação!


Aquilo que parecia uma brincadeira e um passatempo... tornou-se coisa séria. Precisamos agora de apoios e de suportes que garantam continuação, a…

Garça não será Real... Presidente era de carne e osso!

Pela cabeça já tinha passado alugar a varanda em dias de festividades, celebrações, confraternizações, cerimónias oficiais, etc. Agora vai ser preciso inventar maneira de ganhar mais algum cobrando entradas no jardim.

Da varanda suspeitavam-se os lucros: Em dias de procissão, colchas a adejar e filarmónica a ritmar passos dos devotos, ou quando desfilam notáveis, colunáveis e afins.

Também, se tiraram vista magnífica com um bloco de cimento armado - de suspeita construção, tantos anos considerada ilegal.
E que tal desconto no IMI?

Coisas do Abecassis (que foi da Câmara de Lisboa) e namoricos de igreja local com maçonaria nacional.
Os pedreiros-livres foram-se, vieram dinheiros de Angola.
Com o petróleo barato, agora é sede de central sindical. Em dia de inauguração.

Desta vez, sem cartazes de protesto, a tarde dos polícias fez-se serena. Até houve selfies, beijos e abraços!

Presidente foi estrela: Chegou, acenou, disse que tinha cerimónia a presidir.
No fim estaria para cumprimentos e afectos.

Mães, criancinhas, avós... Com desvelo de atenção presidencial.
Já andam pelo Facebook imagens da felicidade duma fotografia com Marcelo.


• À tardinha, pelo jardim...

Rematada a efusão, saída do bairro a viatura presidencial, eram horas da marcha pelo Jardim do Vale Grande - a que alguns insistem chamar Parque Oeste de Lisboa.


Para encontrar por lá a passear...
Adivinhem!
Esse mesmo:
O Presidente, propriamente dito!



Marcelo à frente, Casa Militar atrás.
O passeante com a criancinha não fazia parte da comitiva, mas não resistiu a acelerar para cumprimentar.





Até a Garça restou imóvel, mal contendo a admiração!




Em boa verdade, aquela garça é o mais recente habitante do jardim. Desembocou ali há uns dias e tornou-se presença permanente das tardes do Vale Grande

Só não estou ainda convencido que se trate de uma garça real. Para mim é mesmo uma garça cinzenta que se apaixonou por aquele espaço.

Nunca a vi conviver com os patos. Nem suspeito o seu modo de alimentação.
Cumprimento de longe. É muito fugidia, de voos rápidos e deslumbrantes.
Tem poiso certo naquele meio de lago. Está a transformar-se em modelo fotográfico!

PS - Os bonecos não são grande coisa. Mas não se pode pedir mais a um telemóvel barato.


https://absolutoportugal.blogspot.pt/2016/03/e-quando-marcelo-rebelo-de-sousa-nos.htmlA memória
é coisa tramada!

Esta história de avistamentos - e fortuito encontro - trouxe à memória a aventura colectiva de milhões de rostos (em todos os mares da língua portuguesa) pela vitória de Olivença naquele concurso espanhol.

Ainda hoje deve andar muita gente sem perceber o triunfo esmagador da Igreja de Santa Madalena que mãos portuguesas construíram do lado de lá do Guadiana.
Apaixonante o empenho e a união de esforços dos membros do Descobrir Portugal e do Café Portugal.

Decisiva foi a ajuda que do Brasil veio - do lado de lá do mar também há uma brasileira Olivença!
Como diria o Chico Buarque, foi bonita a festa, pá!

Muita gente está a ler também:

Marvão: lá do alto, horizontes imensos de encher peito e alma!

Ele há cada mistério...