Num triângulo de Ilhas, uma lenda de Açores. De rosto humano!

Imagem
Dou comigo a recordar aquele mestre do Terra Alta que - numa travessia das Velas para São Roque, já lá vão mais de 25 anos - me contava do Sr. Quaresma, de braço no ar, em cima do velho cais da Madalena.
Em dias de temporal, contando as ondas... para marcar o momento seguro de entrada do barco.

Clique para se deslumbrar! ►

Naquele triângulo de ilhas, o barco era tudo: Viu nascer as crianças (mais impacientes!) que não aguardaram até ao hospital da ilha em frente... foi viatura de funeral ou ambulância.
Muitas histórias de amor se teceram à distância, vertidas nas cartas confiadas a João Quaresma para que as encaminhasse para os amores ausentes.
Ou os açafates da comida e as encomendas que os pais mandavam para os miúdos da Ilha Montanha que tinham ido estudar para a Horta. Do lado de lá. o Gilberto das Lanchas, com a sua carrocinha, havia de tratar das entregas em mão.

Não havia lancha que arriscasse demandar o porto da Madalena sem ordem de João Quaresma. Todos os dias em cima do cai…

Acha-se capaz de provar 200 vinhos num fim-de-semana?

Está cá a parecer-nos que há quem vá passar o fim-de-semana com um copo de vinho na mão...

De sexta a domingo, no Pátio da Galé (ao Terreiro do Paço, em Lisboa) é a 3ª edição do Vinhos no Pátio. E como basta pagar os 3 euros da entrada para receber um copo e começar a provar os vinhos...
https://www.facebook.com/Gastrofolias

Olhem que são mais de 200, das Regiões Demarcadas de Lisboa e Península de Setúbal.

Haverá alguém capaz de os provar a todos?



Por lá vão estar grande parte dos produtores daquelas duas regiões vínicas. Para mostrar lançamentos recente e clássicos: espumantes, vinhos brancos, rosés e tintos, aguardentes e moscatéis. Um ver se te avias!

Para que os vinhos não caiam na fraqueza, um cardápio de petiscos: As perdições ficam a cargo do Can The Can, restaurante a quem caberá orquestrar os sabores que melhor casam com os néctares à prova.
https://www.facebook.com/cafportugal/
Se arranjarem tempo e vontade poderão ainda cultivar o espírito e aprender qualquer coisinha em masterclasses e workshops (por que diabo esta gente não falará português?) que lá acontecem.

Para levar para casa - eles pensam em tudo! - vai haver produtos regionais diversos. Destaque para queijos, marmeladas, geleias, doces, compotas e licores. Um fartote!

Fim-de-semana de libações e prazeres de boca! As culpa pertencem por inteiro à Entidade Regional de Turismo – Região de Lisboa, ao Turismo de Lisboa e às Comissões Vitivinícolas das Regiões de Lisboa e da Península de Setúbal. A organização é da Essência do Vinho.

• Dias e horários:
09 dezembro (sexta-feira) / 17h00 – 22h00
10 dezembro (sábado) / 15h00 – 22h00
11 dezembro (domingo) / 14h00 – 19h00

Muita gente está a ler também:

Ana Moura - "Dia de Folga"

Que alma terá inventado essa coisa da "carne de porco à alentejana"?

Do Minho para a sua mesa... Caldo Verde!